Como importar Rolamentos

Quer saber como importar rolamentos?

O tamanho global do mercado de rolamentos é avaliado em mais de 100 bilhões de dólares. Os rolamentos são usados em todos os tipos de equipamentos ou máquinas, desde peças de automóveis, equipamentos agrícolas e equipamentos domésticos, aparelhos para equipamentos de defesa e aeroespaciais.

Além disso, projeta-se um aumento na demanda por soluções especializadas em rolamentos que atendam a diferentes requisitos e desafios específicos do setor para impulsionar o mercado. Por exemplo, a crescente aplicação de produtos de alta capacidade em turbinas eólicas deverá catapultar a demanda.

A indústria nacional não atende toda a demanda interna e por isso abre-se espaço para a importação de rolamentos.

 

Sabendo disso, que tal importar rolamento e transformar isso em um negócio? Para responder a essa pergunta, resolvemos compartilhar com você mais de 10 anos de experiência com importação.

 

Nesse artigo você encontrará:

  • Cenário atual e oportunidades com a importação de rolamento
  • Classificação fiscal (NCM)
  • Procedimento junto aos Órgãos Anuentes
  • Impostos incidentes na importação
  • Etapas na importação de rolamento
  • Custos na importação de rolamento
  • Dicas de como importar rolamento

 

Cenário atual e oportunidades com a importação de rolamento

A indústria brasileira e o setor de reposição importa diretamente ou indiretamente boa parte de seus rolamentos.

O importador hoje tem à sua disposição uma variedade de modelos e a oportunidade de desenvolver produtos sob encomenda equilibrando assim preço e qualidade.

Mesmo que seja um produto já importado regulamente por vários intermediários, nunca como antes se apresentou uma oportunidade de importação como agora. Dólar alto e capital financeiro escasso, tornam necessária a compra mais competitiva desses itens.

O desenvolvimento da importação direta, buscando produtos com preço e qualidade diretamente de fornecedores com referência e qualidade internacional pode ser uma realidade para a sua empresa.

 

Oportunidades para quem ainda JÁ importa

  • Possibilidade de busca de oportunidades para a importação de novos produtos inexistentes no Brasil;
  • Desenvolvimento de parcerias com fornecedor de referência mundial;
  • Atendimento de nichos de mercado ainda ignorados pelos grandes importadores;
  • Aumento da gama de produtos por meio da importação consolidada (vários produtos e vários fornecedores).

 

Oportunidades para quem NÃO importa diretamente

  • Desenvolvimento da importação direta na busca de melhores margens de lucro;
  • Desenvolvimento de parcerias com fornecedor de referência mundial;
  • Maior controle e segurança na compra de produtos estrangeiros com a importação direta;
  • Atendimento de nichos de mercado ainda ignorados pelos grandes importadores.

 

Você deve estar se perguntando como posso aproveitar essas oportunidades? Fique conosco que descobrirá alguns caminhos.

 

Classificação Fiscal (NCM)

 

8482 – Rolamentos de esferas, de roletes ou de agulhas.

848210 –  Rolamentos de Esferas

84821010 – De carga radial

84821090 – Outros

848220 – Rolamentos de roletes cônicos, incluindo os conjuntos constituídos por cones e roletes cônicos

84822010 – De carga radial

84822090 – Outros

84823000 – Rolamentos de roletes em forma de tonel

84824000 – Rolamentos de Agulhas

848250 –  Rolamentos de roletes cilíndricos

84825010 – De carga radial

84825090 – Outros

84828000 – Outros, incluindo os rolamentos combinados

848291 –  Esferas, roletes e agulhas

8482911 – Esferas de aço calibradas

84829111 – Para carga de canetas esferográficas

84829119 – Outras

84829120 – Roletes cilíndricos

84829130 – Roletes cônicos

84829190 – Outros

 

Procedimento junto aos Órgãos Anuentes

Sem procedimento especial junto aos órgãos anuentes, além da liberação na Receita Federal.

1) MATERIAL USADO

Se mercadoria for usada, sujeita à anuência do MINISTÉRIO DA INDUSTRIA, COMERCIO EXTERIOR E SERVIÇOS

 

Impostos incidentes na importação

No Brasil a importação está sujeita a 5 impostos. São eles:

II – Imposto de Importação

IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados

PIS – Programa de Integração Social

COFINS – Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social

ICMS – Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação.

 

Alíquotas de impostos rolamento:

 

*ICMS de acordo com alíquota estadual

 

Etapas na importação de rolamentos

Resumidamente são 6 etapas que deverão ser seguidas. São elas:

  1. Levantamento e seleção de potenciais fornecedores de acordo com a demanda de cada projeto em termos de quantidade, configuração do produto e qualidade;
  2. Análise de cenários de custo de importação com diferentes quantidades e taxas de cotação de moeda (considerando a alta variação cambial);
  3. Validação de fornecedor e amostras;
  4. Estruturação da empresa – Habilitação da empresa no Radar – análise da Receita Federal para permitir ou não que a empresa possa fazer importação;
  5. Embarque e emissão de documentos;
  6. Desembaraço aduaneiro na Receita Federal – etapa de pagamento de impostos e análise documental e de mercadorias quando necessário e entrega das mercadorias no importador.

 

Custos na importação de rolamentos

Dividimos os custos de importação em 3 matrizes, sendo: custos na origem, custos internacionais e custos no destino.

 

Custos na origem – custos desde a fábrica do exportador até o (aero) porto de embarque

  • Despacho aduaneiro;
  • Embalagem de embarque;
  • Documentos;
  • Transporte interno da fábrica do exportador até o (aero) porto de embarque;
  • Armazenagem.

 

Custos internacionais – do (aero) porto de origem ao (aero) porto de destino

  • Frete internacional;
  • Seguro internacional.

 

Custos no Brasil – custos desde o armazém do (aero) porto até o local do importador

  • Despacho aduaneiro no Brasil;
  • Taxas Siscomex (utilização do sistema do Governo);
  • Impostos na importação;
  • Documentos;
  • Marinha mercante – taxa de 25% sobre frete e capatazias;
  • Taxas do frete internacional;
  • Despachante aduaneiro;
  • Armazenagem;
  • Transporte interno do (aero) porto até o local do importador;
  • O perfeito entendimento dos custos acima faz toda a diferença na viabilidade de importação de luvas de proteção de plástico.

 

Dicas de como importar rolamento

 

A importação de rolamento é uma oportunidade interessante como já dito acima. Entretanto é necessário se atentar aos detalhes.

Para que você tenha sucesso nessa empreitada, compartilhamos dicas dadas por nosso pessoal de projeto e embarque.

  • Estude seus concorrentes. Eles podem te dizer muitas coisas, principalmente sobre o que não fazer;
  • Busque atender nichos de mercados ainda não explorados pelos concorrentes. Para isso, visite o mercado e converse com potenciais clientes. Você pode se surpreender;
  • Familiarize-se com os procedimento e custos com a importação para a melhor tomada de decisão;
  • Sempre que possível conte com a ajuda de um profissional de importação;
  • Não desenvolva fornecedores e sim parcerias. Há muitos produtores que querem enviar seus produtos ao Brasil e você pode ser a ponte.

 

Agora que você já tem as informações iniciais para o seu projeto, resta colocá-lo em ação. Na teoria, tudo parece muito simples, mas como empreendedor, sabe o quão complicado um processo de negócios pode ser.

 

 

O que esperar da Análise de Viabilidade de Importação?

A Análise, além de permitir uma visão completa dos fatores que influenciam a importação, também permite que o empreendedor:

  • Economize tempo;
  • Reduza custos com amostras;
  • Diminua os esforços iniciais na busca de conhecimento de importação.

Com um plano de negócio de importação, a sua empresa tem projetos bem estruturados e desenvolvidos com base em conhecimento e cenários realistas disponibilizados pela IBSolutions. Temos criados oportunidades surpreendentes com a Análise de Viabilidade de Importação. Nossos clientes têm se beneficiado muito, e você também pode!

 

Atraia a atenção de investidores;

  • Introduza no Brasil novos produtos;
  • Explore novos nichos de mercado;
  • Desenvolva parcerias com marcas.

 

Principais pontos abordados

  • Detalhamento de NCM e impostos
  • Indicação de procedimentos da Receita federal e órgãos anuentes
  • Estudo da legislação aduaneira
  • Análise de custos de importação
  • Simulação de cenários de embarque (quantidade e variação da moeda)
  • Indicação de prazos

 

E, para que você visualize os resultados que pode obter, disponibilizamos alguns extratos do que você pode encontrar na sua análise.

 

Questione, aja e conquiste.

 

Quer saber mais sobre importação e exportação ou de que forma podemos te ajudar? Entre em contato conosco.

.

Os comentários estão encerrados.

WhatsApp chat